+ Notícias

  • Crédito: Divulgação/FIBA

    Com duas derrotas, só vitória interessa ao Brasil contra a Austrália, no domingo.

Brasil joga bem, mas perde para França

Única forma de garantir vaga à Tóquio 2020 é vencer a Austrália, top 2 do mundo, no domingo
Por: Redação - 08/02/2020 18:31:41

O Brasil conheceu sua segunda derrota no Pré-Olímpico de Bourges, na França, neste sábado. Diante das donas da casa e quatro mil torcedores que lotaram o ginásio Palais Des Sports du Prado, a Seleção feminina fez uma apresentação consistente e superior à estreia na competição, mas não o suficiente para vencer as atuais vice-campeãs europeias, e foi derrotada por 89 a 72. Com duas derrotas em dois jogos, o cenário para o basquete feminino do Brasil estar no torneio olímpico em Tóquio é muito claro: o time comandado pelo técnico José Neto precisa vencer a fortíssima Austrália, segunda colocada no ranking mundial, às 10h deste domingo - a partida terá transmissão do canal SporTV2.

"Enfrentamos uma seleção que para mim vai brigar pela medalha de ouro em Tóquio 2020. Muito forte, que cresceu no jogo físico, que tem uma transição muito rápida e na casa delas. Em um momento do jogo conseguimos equilibrar, mas depois elas abriram de novo. O importante foi que fizemos um jogo interessante, gostei da maneira que jogamos. E agora temos uma partida difícil contra a Austrália, e jogamos por uma vitória para nos classificarmos", avaliou José Neto.

O início da partida foi totalmente favorável à França. Não bastasse sua qualidade de jogo, a ansiedade e pressão pelo resultado fez com que o Brasil sofresse mais que o necessário - o time verde e amarelo ficou cinco minutos sem pontuar e as adversárias chegaram a abrir 21 a 7. O cenário se manteve favorável ao time da casa no segundo quarto, com Sandrine Gruda como sua principal força ofensiva - ela terminaria o jogo com 26 pontos, 32 de eficiência e 85,7% de aproveitamento nos arremessos de dois pontos.

O Brasil voltou bem do intervalo, chegou a tirar a diferença para apenas quatro pontos, mas não suportou o ritmo intenso das adversárias. No fim, a França administrou o placar e comemorou sua classificação aos Jogos Olímpicos.

O Pré-Olimpico de Bourges distribuirá três vagas para Tóquio. Com a França garantida, Porto Rico, Austrália e Brasil seguem no páreo para as duas últimas vagas.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade